Desencarna o escritor e pesquisador espírta Hermínio Miranda

 Desencarnou na segunda- feira (8), às 16 horas, o escritor e pesquisador espírita Herminio Correa de Miranda. Um Espírito valoroso que deixa imensa contribução ao movimento espírita.

Conheci as obras de Hermínio Miranda no ano de 1993, quando assumi o grupo mediúnico do Centro Espírita chico Xavier. Até então, participava como estudante do grupo, mas, sempre atenta a doutrinação. Marto Viana era o coordenador e, como era funcionário da Embrapa, foi transferido de Parnaíba para Fortaleza. Surgiu, então, o impasse: quem iria assumir o grupo mediúnico? Marto não teve dúvidas em me indicar para substituí-lo e eu, que até então era simples espectadora, me vi com a responsabilidade de assumir a coordenação do grupo.

Não me senti preparada para assumir a tarefa, mas, não podia deixar o grupo em má situação, com risco de interrupção da tarefa. Dentre todos, era a única sem a mediunidade ostensiva. Foi então que busquei orientação junto ao mesmo, quanto ao tipo de leitura que iria me auxiliar na condução da nova tarefa, sendo-me indicado, de imediato, os livros – Diálogo com as Sombras e Diversidade dos Carismas – de autoria do autor Hermínio Miranda. Livros que indico a quem deseje conhecer um pouco mais da prática da mediunidade e do trabalho de desobsessão.

Logo me identifiquei com o autor, seguindo-se a leitura dos livros: A memória e o tempo, Cristianismo: amensagem esquecida, Condomínio espiritual, Sobrevivência e comunicabilidade dos Espíritos, O que é o fenômeno mediúnico, livros que fazem parte do meu acervo de obras espíritas. Livros que registram a experiência do autor no labor espírita.

Deixa imensa lacuna na literatura espírita.

Compartilhe:

Deixe uma resposta