Jesus comanda a grande nave terrestre, conduzindo-a ao porto de segurança

O texto abaixo transcrito, encontra-se na obra – Perturbações Espirituais, Divaldo Franco pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda, no capítulo 15.

“As autoridades, mais do que os outros indivíduos, Têm o dever de comportar-se de maneira honrada, tornando-se modelos para aqueles que lhes estão submetidos. Para isso, são muito bem remunerados, não necessitando dos expedientes reprocháveis que se permitem. Quando há corrupção nos altos escalões do mundo, os demais segmentos da sociedade contaminam-se e seguem-lhes os exemplos nefastos.

“Por essa razão, os mentores da Humanidade preocupam-se com o atual estado do planeta e estão vigilantes, em constantes tentativas de alterar essa viciosa conduta, que se fez responsável pela decadência e desaparecimento de muitos Impérios e civilizações do passado, após o apogeu que atingiram…

“A mácula permanece, mas providências transcendentais estão sendo tomadas para que haja radical mudança dos hábitos criminosos, para a vivência dos códigos de respeito aos deveres assumidos.

“Na atual conjuntura, equipes especializadas estão trabalhando com vigor, para que sejam extirpados os velhos cânceres que tem devorado o patrimônio público das nações, tornando mais difícil o prosseguimento da leviandade ultrajante e, logo mais, surgirão os primeiros frutos desta ímpar sementeira.

E arremata:

“Cabe-nos manter, no entanto, uma atitude otimista, porque Jesus comanda a grande nave terrestre, conduzindo-a ao porto de segurança, e espera que façamos a nossa parte, na condição de cooperadores por Ele enviados ao exercício do amor e da compaixão.”

Então, podemos ter esperança em dias melhores. Senão para nós, mas, para a geração que nos sucederá.

Jesus está no Leme!

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta