E para que serve o trabalho para nós?

Se alguém tem dúvida, olhe em torno e veja o que o trabalho proporciona.

É bem verdade que, para uns, o trabalho rende mais que para outros. Na atualidade, o trabalho intelectual é bem mais valorizado que o trabalho braçal, mas, ambos proporcionam bem estar.

A satisfação que o trabalho proporciona pode se dar de formas diversas. Acompanhe o diálogo do executivo com o pescador e perceba de que forma cada um se satisfaz com o trabalho que realiza.

Um executivo, muito bem sucedido, fazia sua caminhada pela praia ao entardecer. Notou à beira-mar um pescador que, ao lado do seu barco, tranquilo contemplava o mar. Aproximou-se dele com a intenção de comprar alguns frutos do mar e notou que em seu barco havia poucos peixes. Perguntou-lhe, então:

– Você vai pescar mais hoje?
– Não, senhor, hoje já encerrei meu dia de trabalho.
– Mas ainda é muito cedo, você poderia aproveitar melhor o dia, pescar mais e ter maior quantidade de peixes para vender – sugeriu o executivo.

– Eu já pesquei o suficiente para hoje – respondeu o pescador.

O executivo inconformado, continuou.

Mas se você continuasse a pescar, venderia mais e poderia aumentar seu negócio, comprando mais um barco. Quem sabe um barco a motor! A possibilidade de venda aumentaria, e com isso você ganharia mais dinheiro para ter uma frota de barcos! Talvez até uma rede de peixarias! Você já pensou na possibilidade de se tornar um executivo bem sucedido como eu?

E o pescador com jeito inocente perguntou:

– Pra quê?

– Para depois que estiver com a vida feita, poder tirar férias tranquilo e curtir uma praia como eu.

Nesse momento o pescador, surpreso, olhando para o homem, respondeu-lhe:

– Mas não é isso que eu estou fazendo agora?

Não devemos viver para trabalhar, mas sim trabalhar para viver

Do Livro – Para que Minha vida se Transforme 2.

Maria Salette e Wilma Ruggeri

Foto: Chico Rasta

Compartilhe:

Deixe uma resposta